Aprendizado Espírita
Textos e ferramentas para aprender, ensinar e divulgar o Espiritismo
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Ilustração: Recorte ilustração da edição de O Livro dos Espíritos, comemorativa do centenário de Allan Kardec (1904)
SUMÁRIO
 
     - Apresentação
     - Edição do centenário de Allan Kardec - 1904
     -
Antigo L.E. na tradução de Guillon Ribeiro
     - Referências

Apresentação
 
Na pesquisa ONDE ENCONTRO - Informações sobre Kardec, falamos sobre as traduções das obras do Codificador para a língua portuguesa (aqui).

Lá se pode verificar que a primeira tradução de O LIVRO DOS ESPÍRITOS no Brasil se deve a Dr. Joaquim Carlos Travassos, médico, industrial, publicista e político, que a assinou com o pseudônimo de Fortúnio. Como se recorda, essa tradução se deu em 15 de janeiro de 1875, com base na 20a. edição francesa.

Pois bem, abaixo mostramos duas antigas edições de O LIVRO DOS ESPÍRITOS, datadas do início dos anos 1900, encontradas em livrarias sebo. 

Vejamos. 
 
Edição do centenário de Allan Kardec - 1904

A tradução da obra abaixo se deve a Antônio Lima, como informa o site da União Espírita Mineira (UEM):
 

Antônio Lima nasceu na então capital do Brasil Império, Rio de Janeiro, no dia 30 de março de 1864. Foi um dos pioneiros do Espiritismo no Rio de Janeiro, não se sabendo exatamente como tomou conhecimento da Doutrina. Em 1904, a Federação Espírita Brasileira (FEB) publicava os livros da Codificação traduzidos por ele, em edição especial comemorativa do primeiro centenário do nascimento de Allan Kardec. (O destaque é nosso.)

Escritor, jornalista e grande expositor da Doutrina, Lima deixou uma vasta bibliografia espírita e não espírita, além de várias traduções do francês, do inglês e do espanhol. Entre os seus livros, constam: Belos, Flores Fanadas e Canto do Cisne (versos), Epopeia da Natureza (episódio lírico), O Coração de Jesus (poema evangélico), A Cruzada Redentora, composta de três romances: A Caminho do Abismo, Senda de Espinhos e Estrada de Damasco (um encadeamento de vidas sucessivas, valorizando a reencarnação com Justiça Divina), e, ainda, A Sonâmbula e A Vida de Jesus.
.................
Residiu por muitos anos em Belo Horizonte, onde deixou larga folha de serviços prestados à comunidade espírita, inclusive como um dos fundadores e primeiro Presidente da União Espírita Mineira, onde liderou grande campanha a favor do estudo sistematizado das obras de Allan Kardec, estudo este que contou com grande número de inscrições.

 
UEM - Biografia de Antônio Limaaqui.





 

Antigo L.E. na tradução de Guillon Ribeiro

 Depois das traduções de Fortúnio e Antônio Lima, seguiram as traduções clássicas de Guillon Ribeiro, editadas pela FEB.

O volume abaixo, provavelmente datado dos anos 1920, é provavelmente trabalho desse último, em edição da FEB. Infelizmente o volume que possuímos não traz os nomes do editor e do tradutor, mas alguns trechos que verificamos em geral coincidem com as edições mais recentes da tradução de Ribeiro.
 



Referências

- O Livro dos Espíritos - Allan Kardec - Tradução de Antônio Lima - 6a. edição em idioma portuguez - Rio de Janeiro, Federação Espírita Brasileira, 1904.
www.uemmg.org.br/biografias/antonio-lima 
- O Livro dos Espíritos - Allan Kardec. Sem tradutor (Guillon Ribeiro?), sem data (Anos 1920?) e sem editor (FEB?) 

ALGuimaraes
Enviado por ALGuimaraes em 02/07/2018


Comentários

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00